AJUSTANDO CRENÇAS PARA O SUCESSO

Sou sempre surpreendida pela força que crenças que trazemos desde a infância têm em nossa vida. Costumava me perguntar se acreditar que não temos escolha porque ‘as coisas são o que são’, ou porque ‘sempre foi assim’ ou ‘as pessoas esperam isso’, leva a algo de positivo.


É claro que existem fatos, relacionamentos, situações, comportamentos externos a nós e que são definitivamente desafiadores. A questão é que crenças limitantes levam a reações ou a ações automáticas, tomadas pela mente inconsciente e se mantidas acabam por sabotar nossas metas.


Conhecer, avaliar e desenvolver crenças mais positivas que levem ao sucesso de nossos objetivos equivale a assumir a escolha de como agir, de quanto ceder, de como acolher um feedback ou como se comportar nos mais variados ambientes. É tomar as rédeas do nosso futuro! E isso é uma das coisas mais difíceis de fazer: assumir a responsabilidade por nossos comportamentos, pensamentos, crenças, valores e nossa identidade.


Precisamos provocar em nós mesmos constantemente o questionamento dos pensamentos e ações que são automáticos.


Acontecimentos passados ou condições de vida podem ter culminado em uma situação problemática hoje, mas é agindo no momento presente proativamente, prestando atenção a cada um dos pensamentos para entender para onde eles levam sua atenção, se em direção a meta ou para longe dela.

Não quer dizer romper com tudo que pensou até então, mas entender se isso é coerente com seus valores atuais, se as crenças arraigadas no subconsciente e que aparecem no automático combinam com sua identidade e com seus desejos para o futuro.


Vou dar um exemplo: imagine que você acredita que a única maneira de ter sucesso é tendo sua própria empresa. Outra crença é que não deve confiar em ninguém. Então, você tem essa ideia maravilhosa, mas que precisa de um investimento alto que, no momento, você não tem condições.


Qual o resultado disso? Você não vai abrir sua empresa. Mas um amigo ou amiga que não tem essa mesma crença, vai procurar um investidor ou um sócio e abrirá seu negócio, alcançando o sucesso esperado. Lógico que essa é uma situação que sempre exigirá cuidado, é o desistir automaticamente que devemos questionar.


Mas para mudar uma crença, para reavaliar um valor pessoal, é necessário acessar nossa identidade, quem nós somos e como nos definimos.


Para alguns, até mesmo acessar aquilo que está acima e além de nós mesmos. Existe uma hierarquia de níveis neurológicos, como ensina o Dr. Robert Dilts, um dos expoentes da Programação Neurolinguística, que começa no ambiente seguido por comportamentos, capacidades, valores e crenças e identidade. Segundo esses estudos apenas conseguimos mudar nossas crenças quando as confrontamos com quem somos e quem queremos ser, com a definição de nós mesmos.


De uma maneira bem simples, podemos pesquisar esses níveis para qualquer comportamento ou crença que você perceba limitante. E usar os comportamentos para entender o que não está funcionando é uma dica valiosa. Então, quando observar essas situações faça a seguinte perguntas:


  1. Onde, quando e que outras pessoas estão envolvidas (ambiente)?

  2. O que você faz nessa situação (comportamento)?

  3. Como você faz (capacidades)?

  4. Porque e o que é muito importante para você nessa situação (valores e crenças)?

  5. Quem é você, como você se define (identidade)?


Para ficar ainda mais efetivo, você pode fazer isso dando passos para trás, gerando a sensação de aprofundamento dos níveis trabalhados, como se a cada passo se tornasse um observador do anterior. E, ao final, pode fazer as perguntas que eu mais gosto: porque você está aqui, qual o propósito que você traz para suas ações e o que você fará com todo esse conhecimento a partir de hoje?

Sobre a Autora:

Rosane Sampaio

Atua como coach pessoal, profissional, executivo e de equipes, palestrante, analista comportamental, hipnoterapeuta, practitioner em Programação Neurolinguistica e assistente no curso de Practitioner em PNL + Hipnose do Ser Harmônico Desenvolvimento Humano.



Coach certificada pelo ICI- International Association of Coaching Institutes (Europa), máster coach certificada em mentoring e coaching humanizado pelo ICF – International Coaching Federation, com certificação ISOR, Practitioner em Programação Neurolonguistica certificada pelo NLP Institutes e pelo NLP International Hypnosis Association, hipnoterapeuta certificada pelo mesmo instituto.

www.rosanesampaio.com.br



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

2018 © Projeto #Contrate1Desempregad@

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon