Please reload

Posts Recentes

Sites para encontrar trabalho remoto

October 2, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Um grande aprendizado que tive trabalhando com pessoas em sua busca por melhoria de resultados nos níveis pessoais e profissionais, é que a comunicação mesmo usual, é sempre muito importante, exige atenção e aperfeiçoamento.

 

 

Muitas vezes não conseguimos transmitir com clareza nossas ideias, e nem sempre entender na totalidade nossos interlocutores!

Particularmente, posso dizer que quando comecei a estudar e praticar o que aprendi, passei a ter um resultado muito melhor com todas as pessoas com quem convivo.

 

Dando sequencia ao texto anterior sobre RAPPORTcomo se conectar com os interlocutores, aprender a “ler” a pessoa e entender como falar melhor com ela é imprescindível tanto em uma entrevista quanto em uma negociação, consideremos que a primeira coisa a entender é aquilo que falamos.

 

Nossas palavras, correspondem a apenas 7% da comunicação, já a entonação, ou seja, volume, tom de voz, fluidez das palavras corresponde a 38%. Os 55% restantes, ou seja, mais da metade, correspondem a expressão facial e corporal.

 

 

Desse modo fica mais fácil entender porque existe tanta dificuldade em conversas online, e porque passou-se a usar emojis nos diálogos via celular!

 

As sensações que normalmente seriam percebidas no rosto e corpo do interlocutor, agora precisam ser esclarecidas através dos desenhos!

 

O segundo ponto importante é que pessoas tem diferentes maneiras de representar mentalmente as informações enquanto pensam.

 

Experienciamos o mundo por meio dos sentidos da visão, audição, olfato, tato e paladar e pensamos utilizando esses mesmos sistemas. Mas cada um tem o seu preferencial e podemos observar isso nas pessoas através das palavras que elas usam: por exemplo, se uma pessoa fala que “vê a solução”, ela é prioritariamente visual, usa a visão para criar seus pensamentos.

 

Já quem fala “segura um minuto”, esta usando o sentido do tato para transmitir a ideia de esperar um minuto! Então, essa maneira de representar o mundo exterior e pensar aparecem na postura, tom de voz, respiração e movimento dos olhos!

 

Parte dessa informação já sabemos inconscientemente, pois aprendemos desde que nascemos a reconhecer a maioria das expressões faciais e corporais. Mas se duas pessoas representam internamente as informações de maneira diferente, pode ficar difícil entender verdadeiramente o que o outro quer dizer!

 

Então quais podem ser maneiras de melhorar essa comunicação e se fazer entender melhor? Minhas dicas são:

 

1. Preste atenção nas palavras que seu interlocutor usa, como no exemplo acima. Observem se remetem à visão, audição, sensações ou dialogo interno. Na dúvida, utilize verbos que valem para todos como “pensar”, “imaginar” e “desenvolver”.

 

2. Se você precisa dar uma instrução ou uma ordem, uma boa ideia é usar perguntas ao invés de afirmações, por exemplo: “como você faria isso?”, ou “que maneira diferente e eficiente poderia ser utilizada nessa tarefa?”. Isso permite a você entender o que o interlocutor está pensando. Caso você tenha recebido instruções, pode confirmá-las antes de começar a executar o que foi pedido. Isso só vai gerar um trabalho mais bem feito.

 

3. Uma maneira de dar uma ordem sem parecer autoritário, caso ainda esteja se acostumando com um cargo de chefia é dar a pessoa duas opções, que não impliquem em não atender aquilo que é realmente necessário. Por exemplo: “você pode fazer isso hoje de tarde ou amanhã de manhã e entregar o trabalho ao meio dia”.

 

4. Conte estórias que possam ser interpretadas pelo interlocutor da maneira que você deseja. E não precisa explicar a estória, só checar o que foi entendido. Também podem ser utilizadas metáforas, comparações tornam fácil para o interlocutor entender sua colocação.

 

5. Peça sempre que o interlocutor informe o que entendeu... só assim você terá certeza que a mensagem que desejava passar foi recebida.

 

6. Faça uma ligação do que está falando com um futuro melhor. Algo na linha de “imagine como esse sofá ficará na sua sala deixando ela mais bonita ainda” ou “quanto melhor será para sua empresa ter essa nova plataforma de vendas”.

 

7. E finalmente, uma das dicas mais importantes: o uso da palavra não deve ser evitado. A razão é que o subconsciente não processa a palavra.

 

Experimente não pensar em um elefante roxo... pensou né? Tudo conseguimos criar na mente, então quando pensamos na frase com não, o subconsciente cria a ação ou imagem que queremos evitar. 

 

Agora, é só aproveitar as dicas no trabalho e até mesmo em casa. Você vai perceber a diferença.  

 

SOBRE A AUTORA:

 

Atua como coach pessoal, profissional, executivo e de equipes, palestrante, analista comportamental, hipnoterapeuta, practitioner em Programação Neurolinguistica e assistente no curso de Practitioner em PNL + Hipnose do Ser Harmônico Desenvolvimento Humano. 

 

Coach certificada pelo ICI- International Association of Coaching Institutes (Europa), máster coach certificada em mentoring e coaching humanizado pelo ICF – International Coaching Federation, com certificação ISOR, Practitioner em Programação Neurolonguistica certificada pelo NLP Institutes e pelo NLP International Hypnosis Association, hipnoterapeuta certificada pelo mesmo instituto.

 

www.rosanesampaio.com.br

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga